Conferência Municipal de Cultura

A terceira edição da Conferência Municipal de Cultura acontece de 12 a 14 de abril no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho. O evento é uma realização da Fundação Cultural de Palmas (FCP), com apoio do Ministério da Cultura (MinC), através das Secretarias de Fomento e Incentivo à Cultura, de Políticas Culturais e a de Cidadania Cultural. A Conferência é aberta para toda a população que poderá se credenciar no evento a partir das 9 horas desta quinta, 12.

Palestras, mesas redondas e debates comporão a programação do evento que tem como foco a Institucionalidade da Cultura e da Democracia Cultural, com o intuito de definir as diretrizes para formulação do Plano Municipal de Cultura, a partir de consulta do segmento artístico e toda a sociedade sobre as demandas culturais para os próximos 10 anos.

Espetáculos teatrais, música, poesia e muito mais atrações artísticas serão apresentados durante toda a programação da Conferência, que contará com diversos atos culturais, de modo em que o palco se tornará um espaço para a manifestação espontânea dos artistas de Palmas. Essas manifestações serão uma demonstração da cultura produzida na Capital.

Às 14 horas desta quinta-feira, 12, gestores e secretários de Cultura dos Estados da região Norte e financiadores de Cultura, como a Fundação Vale e Banco da Amazônia, participam do 3° Encontro do Fórum de Gestores de Cultura das Capitais da Região Norte e o primeiro Encontro de Gestores das Capitais, Secretários de Cultura dos estados da região Norte e financiadores de Cultura.

O Fórum de Gestores de Cultura das Capitais da Região Norte reunirá gestores de Rio Branco, Manaus, Macapá, Belém, Roraima, Boa Vista, Porto Velho e Palmas, que discutirão as políticas e necessidades de investimentos federais e privados em Cultura nessas capitais.

Já confirmaram presença o ator Sérgio Mamberti (foto), secretário de Políticas Culturais do MinC; Pedro Domigues Monteiro Júnior, coordenador geral de cultura e cidadania da secretaria de cidadania cultural do MinC; Henilton Parente de Menezes, secretário de fomento e incentivo à cultura do MinC; Ricardo Pique, diretor de responsabilidade social da Vale; e Delson Cruz, chefe da Representação Regional Norte do MinC.

Sobre a sua participação na conferência, o secretário Henilton Menezes afirmou: “Temos várias culturas no nosso Brasil. No Norte existem diversas peculiaridades, incluindo o custo amazônico, promovido pelas grandes distâncias e dificuldades de acesso. A participação da Sefic na Conferência Municipal de Cultura, mais especificamente no Fórum de Gestores das Capitais da Região Norte, tem o propósito de discutir formas de indução de investimentos na Amazônia Legal, no escopo do incentivo fiscal, observadas diversas singularidades”.

Segundo Henilton, “ouvindo os gestores locais, pretendemos construir parcerias com os investidores, observando as políticas públicas de fomento de forma que elas cheguem também nas regiões mais remotas do país. Essa proposta vai ao encontro de umas das prioridades apontadas na II Conferência Nacional de Cultura. Também com esse propósito, no ano passado, em parceria com a Representação Regional Norte, a Sefic realizou encontros nas cidades de Macapá, Rondônia e Belém”, ressaltou.