Kiss & Fly em Palmas

Não estava aqui para vivenciar esta experiência de perto. Mas cansei de ouvir relatos de que quando o governador Siqueira Campos botou um freio na briga para ver quem sediaria a capital do Estado e anunciou que construiria Palmas, uma capital planejada, não faltou que se apresentasse para chama-lo de louco. Passados mais de 22 anos não há quem não aplauda hoje a sua visão de futuro e que não lhe confira olhos de lince por ter vislumbrado o quão importante seria ter uma cidade planejada como pólo de desenvolvimento de um estado em implantação (foto ao lado de Márcio de Pietro).

Quando o empresário Carlos Amastha apresentou um projeto moderno e ousado para um shopping em Palmas, uma capital na época com pouco mais de 180 mil habitantes, 

também não faltaram os que lhe acusassem de louco. E o Capim Dourado Shopping aí está, como sucesso absoluta de vendas, de público e fechando em breve o seu mix de lojas de varejo e serviços. Hoje mesmo, ele reuniu a imprensa para anunciar um investimento de 28,9 milhões do grupo Skipton e de lojistas para esse primeiro semestre de 2012, que inclui a entrada na cidade do Hipermercado Mateus, o maior do ramo no Estado do Maranhão, e da Casas Bahia, que dispensa apresentações.

Na geração de mais de 500 empregos, ao Hipermercado Mateus e à Casas Bahia somam-se lojas da Levi´s, Someday, Dudalina, Multicoisas, Canal, Joy Hot Dog, Costura Fácil, Stroke, Contém 1g, Quitanda dos Sucos, Galileu, uma farmácia e uma temakeria. E de forma especial e destacada, por conta da envergadura e grandiosidade do projeto (aquela pitada de loucura de que já falamos aqui) a inauguração da boate Kiss & Fly.

A Kiss & Fly não é mais uma casa noturna a se instalar em Palmas. Com inauguração agendada para 01 de junho, é A CASA. Será, sem a menor dúvida, a melhor do gênero do norte do país e uma das 20 melhores do Brasil. O club nasceu em Nova Iorque e no Brasil tem unidades Brasília, Goiânia, Porto Alegre, Ribeirão Preto, Campos do Jordão e até semana passada em São Paulo (dentro do complexo da Daslú – agora fechado para dar lugar a um empreendimento do empresário Carlos Jereissati, que lá construirá o shopping JK Iguatemi).

E pra que a “loucura” se manifestasse em grande estilo, os empresários que estão à frente do projeto do club trouxeram a Palmas aquele que será o 

responsável pelo conceito e decoração da nova casa: o alemão Rudolf Piper, hoje radicado no Brasil. O cara é, simplesmente, uma lenda vida quando se fala em clubes internacionais. Foi o diretor de promoções no final dos anos 70 e início dos anos 80 do famoso Studio 54 de Nova Iorque, que lançou conceitos, modas e influenciou toda uma geração com a sonoridade dançante da “Disco Music”. Foi ele também o dono da Danceteria, o que acabou se transformando em sinônimo de casa dançante em todo o mundo, e onde Madonna se apresentou pela primeira vez em Nova Iorque e gravou seu primeiro clipe. Foi ele também que dirigiu a Palladium, o maior clube jamais construído, com capacidade para mais de 10 mil pessoas. Esteve à frente também de projetos em Miami, Los Angeles, Bancoc, Aspen, Guarujá, Salvador, São Paulo, dentre outros.

A casa vai atender um seleto público de Palmas e cidades vizinhas, e terá ainda em funcionamento um restaurante árabe nas suas dependências. Vai trazer para Palmas renomados DJs internacionais e nacionais, que movimentarão a cena da tecno music, em especial da house music mundial. Mas duas vezes por mês, ocupará suas sextas também com uma programação especial voltada para pessoas com mais de 30 anos, com programações temáticas regadas a jazz, blues, música latina, música italiana, bossa nova, classic rock, e coisas do gênero, sempre com festas temáticas que serão, sobretudo, uma “experiência” nova, e não mais uma noitada dançante e de bebedeira.

Olha… Eu não sei você que está lendo o que agora escrevo. Mas eu tenho absoluta certeza que esses caras são loucos. Por isto mesmo já estou providenciando o meu atestado de insanidade mental para me juntar a eles e seus eventos maravilhosos a partir de junho. Espero que meu fígado e minhas pernas de quarentão aguentem este hospício maravilhoso que se chama Kiss & Fly.

Eu sou Melck Aquino, e essa é a minha opinião.